Curiosidades

Esta é uma lista das perguntas mais frequentes que as pessoas me fazem sobre morcegos, desde que o site foi lançado em 1999.

1. Estou tento problemas com morcegos. O que devo fazer?

Muitas pessoas me perguntam o quê fazer, quando morcegos se tornam um problema. Veja recomendações na página Problemas.

2. Morcegos atacam pessoas?

Muito raramente, morcegos-vampiros podem atacar pessoas adormecidas, assim como fazem com bois e cavalos. Entretanto, isso só acontece em locais onde as presas preferidas deles não são muito abundantes. Ou em locais selvagens, no meio da floresta.

3. Os morcegos são ratos?

Morcegos não são ratos velhos que ganharam asas! Ratos e morcegos são mamíferos (classe Mammalia), mas pertencem a grupos diferentes: Chiroptera (morcegos) e Rodentia (roedores).

4. O quê os morcegos comem?

Dentre os mamíferos, os morcegos são o grupo que come a maior variedade de alimentos. A dieta dos morcegos pode incluir frutos, sementes, néctar, pólen, folhas, insetos, peixes, sapos, ratos, pássaros, lagartos, sangue e várias outras coisas, dependendo da espécie.

5. Os morcegos são cegos?

Morcegos não são cegos. A maioria enxerga bem, inclusive em cores. Mas como vivem à noite e dormem em ambientes escuros como cavernas, confiam muito em seu sexto sentido, a ecolocalização. Morcegos têm até nove sentidos!

6. Quantos tipos de morcegos existem?

No mundo, existem pelo menos 1.300 espécies de morcegos. No Brasil, há pelo menos 178 espécies. Leia mais sobre isso na página Diversidade.

7. Os morcegos são venenosos?

Morcegos não são venenosos. O único mamífero venenoso é o ornitorrinco, nativo da Oceania e membro da subclasse Monotremata. Contudo, morcegos podem transmitir algumas doenças, como a raiva (diretamente) e a histoplasmose (indiretamente, através de fungos que vivem nas fezes), assim como quaisquer mamíferos silvestres. Isso pode levar algumas pessoas a pensarem erroneamente que morcegos são venenosos.

8. Onde os morcegos vivem?

Eles têm dois tipos de abrigos: os diurnos, onde passam a maior parte do tempo,  e os noturnos, onde vão só para se alimentar. Os abrigos diurnos podem ser cavernas, fendas de rochas, ocos de árvores, folhas de plantas e até mesmo construções humanas, como forros de telhado e pontes. Os abrigos noturnos variam bastante, sendo que palmeiras são usadas com bastante frequência como refeitórios de morcegos.

9. Todos os morcegos são vampiros?

Não. No mundo, 70% dos morcegos comem insetos. No Brasil, cerca de 50% se alimentam de plantas. Apenas três espécies se alimentam de sangue.

10. Por quê os morcegos dormem de cabeça para baixo?

Há mais de uma explicação para os morcegos dormirem de cabeça para baixo. Aliás, nem todos dormem desse jeito; alguns dormem deitados em locais apertados. A hipótese mais aceita está relacionada à evolução do grupo. Morcegos evoluíram a partir de ancestrais quadrúpedes (leia mais sobre isso na página Diversidade). Ao longo da evolução dos morcegos, os membros anteriores (“braços”) deles se tornaram asas, enquanto os membros posteriores (“pernas”) não mudaram tanto. Além disso, houve uma inversão na articulação do joelho dos morcegos, que passou a dobrar para trás. Por isso os morcegos não conseguem apoiar-se sobre as pernas, não sendo capazes de ficar em pé, em uma postura bípede. Por outro lado, as aves, que evoluíram de ancestrais bípedes (elas vieram de um ramo dos dinossauros), mantiveram as pernas fortes e com postura bípede, o que lhes permite se apoiarem sobre elas.

11. Quantos filhotes os morcegos têm em cada ninhada?

Quase todos os morcegos têm apenas um filhote por ninhada. Há poucas exceções, em espécies que podem ter de um a quatro filhotes por ninhada, como as no gênero Lasiurus. Há diferentes estratégias reprodutivas em morcegos.

12. Qual é o maior morcego que existe? E o menor?

Algumas fontes dizem que a maior espécie de morcego do mundo é o Pteropus vampyrus, uma raposa-voadora (família Pteropodidae) que pode chegar a 1,7 m de envergadura e vive na Ásia. Porém, outros estudos apontam que esta espécie chega só até 1,5 m de envergadura, sendo que talvez Acerodon jubatus, outra raposa-voadora, possa ser ligeiramente maior em massa e envergadura. O menor morcego do mundo é o tailandês Craseonycteris tonglongyaii (Craseonycteridae), que pesa apenas 1 g, sendo também o menor mamífero do mundo. No Brasil, a maior espécie de morcego é o Vampyrum spectrum (Phyllostomidae), que ocorre na Amazônia e no norte do Pantanal e pode chegar a 1 m de envergadura. Aqui há também espécies muito pequenas, como o insetívoro Myotis nigricans (Vespertilionidae) que em geral pesa apenas 4 g. Veja mais sobre isso na página Diversidade e também no vídeo abaixo:

13. Quantos anos vive um morcego?

Os morcegos são animais que vivem muito tempo, considerando-se seu tamanho. Espécies de pequeno porte, por volta de 16 gramas, podem viver até 15 anos, como as do gênero Carollia. Muitas espécies bem estudadas ultrapassam os 30 anos. Porém o recorde de longevidade foi de um morcego da espécie Myotis brandtii, que chegou à flor dos seus 38 anos em cativeiro!

14. A que velocidade voam os morcegos?

A velocidade de vôo depende da espécie e da idade do morcego. Há registros feitos pela ONG americana Bat Conservation International de que a espécie mais rápida seria Tadarida brasiliensis (Molossidae), capaz de voar até a 160 km/h, novo recorde observado em 2016.