Reprodução

Como os morcegos se reproduzem?

Morcegos são mamíferos com uma história de vida muito peculiar. A grande maioria não ultrapassa os 50 g de peso corporal. Contudo, todos têm uma longevidade muito maior do que outros mamíferos do mesmo porte.

Além disso, morcegos se reproduzem a taxas bem lentas, com cada fêmea gerando em média um filhote por ano. Há exceções, como os morcegos do gênero Lasiurus (família Vespertilionidae), que podem ter até quatro filhotes em uma única ninhada. Ninhadas maiores do que essa nunca foram vistas na natureza, nem em cativeiro.

Apesar de a maioria das informações sobre a reprodução de morcegos vir de estudos sobre espécies de regiões temperadas, estudos nos trópicos têm crescido muito nas últimas décadas. No Brasil, há grupos estudando ecologia, fisiologia, histologia, genética e embriologia com foco na reprodução dos morcegos brasileiros.

Os trabalhos demográficos sobre morcegos brasileiros têm relatado padrões reprodutivos similares aos observados em outros países latinos:

  1. Monestria estacional, ou seja, um único pico reprodutivo ao ano;
  2. Poliestria estacional, ou seja, dois ou três picos reprodutivos ao ano;
  3. Longo período reprodutivo, com um pequeno período de inatividade reprodutiva;
  4. Reprodução ao longo do ano todo, sem estações definidas.
Um morcego da espécie Artibeus cinereus cuidando do seu filhote sob uma “tenda” construída na folha de uma marantácea.

Há fenômenos bem interessantes relacionados à reprodução dos morcegos. Um dos mais importantes é o estro pós-parto. Ele consiste na capacidade que as fêmeas de algumas espécies têm de se tornarem férteis imediatamente após darem à luz seus filhotes. Esse fenômeno causa o padrão de poliestria bimodal, o mais comum observado entre morcegos brasileiros, como Carollia perspicillata e Sturnira lilium (família Phyllostomidae).

Outro fenômeno bem interessante é a implantação atrasada. Ela ocorre quando os zigotos não se implantam prontamente no útero após a fecundação. Eles são armazenados temporariamente, até que o organismo do morcego deixe a gravidez prosseguir em um época mais favorável (dependendo da oferta de alimentos e da temperatura do ambiente).

Além disso, morcegos podem ter comportamentos reprodutivos bem peculiares. Assista o video abaixo para ver raposas-voadoras copulando.